Pages

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Fui ao endocrinologista....

Oi Amores!

Fui ao endocrinologista. Achei a consulta bacana, ele expôs todos os riscos que a obesidade pode me causar ( tudo aquilo que eu já sabia ), me pediu um exame de sangue completo  e me passou anfrepamona.Fique com medo, mas pesquisei bastante e vi que a dose está abaixo da tolerada e indicada pelos médicos.

Junto com o médico, fui atendida por um nutricionista, que me passou uma dieta de 1400 kcal e  me indicou produtos naturais como quitosana, sene, passiflora, pholia magra e gelatina, pra ajudar no funcionamento do intestino e reduzir a absorção de gorduras.

Alguem ai já usou essas coisas?

Sei que tomar remédio pode fazer parecer que sou uma pessoa fraca, sem força de vontade, mas não é nada disso.O tratamento medicamentoso é um auxiliar, e eu preciso muito de ajuda nesse momento.Achei essa matéria interessante e resolvi dividi-lá com vcs:

Instituto Mineiro de Endocrinologia

Tratamento medicamentoso

Dr. Geraldo Santana - Médico endocrinologista

Caroline Fernandes - Nutricionista


Tomar remédio faz emagrecer mais rápido?

O objetivo de um medicamento em um tratamento para emagrecer não é acelerar a perda de peso e sim permitir, quando necessário, uma reeducação alimentar mais confortável sem que o paciente fique ansioso com situações de fome ou fenômenos compulsivos. Por isso, nem todos os pacientes precisam de medicamentos para emagrecer.

Como age um medicamento para emagrecer?

Nos últimos anos, as opções para o tratamento medicamentoso da obesidade ganharam impulsos com a descoberta de medicamentos mais modernos e mais seguros permitindo uma personalização do tratamento. Os medicamentos para emagrecer podem agir de três formas:

- Moderando o apetite: femproporex, mazindol e anfepramona.

- Reduzindo a compulsão e aumentando a saciedade: sibutramina efluoxetina..

- Diminuindo a absorção intestinal de gordura: orlistat.

Outros medicamentos como o topiramato (anticonvulsivante) e a bupropiona (antidepressivo), embora sejam de outras categorias terapêuticas, já possuem estudos demonstrando seus benefícios na redução do peso em situações especiais. Quando bem indicado e sob supervisão médica especializada, o tratamento medicamentoso da obesidade é seguro e proporciona bons resultados, sobretudo, quando faz parte de uma proposta mais ampla de mudança de hábitos e adequação alimentar. Convém ainda lembrar que nem sempre estes medicamentos são necessários e compete ao médico avaliar criteriosamente cada caso.


E os resultados são semelhantes em todas as pessoas?

Como os medicamentos agem através de receptores, os resultados podem variar entre indivíduos e, assim, tanto a sua indicação quanto os ajustes das dosagens devem ser feitos por médicos com experiência no manejo desta substância. Os melhores resultados são obtidos quando o paciente participa ativamente do processo de tratamento usando a medicação com regularidade, respeitando as doses e horários prescritos, não interrompendo seu uso precipitadamente e comunicando sempre suas dúvidas ao médico.

E por que existe tanta preocupação em relação a medicamentos para emagrecer?

Uma grande preocupação que se tem hoje e que freqüentemente é motivo de debate nos meios de comunicação é o uso indiscriminado de "fórmulas emagrecedoras" geralmente contendo vários medicamentos, às vezes com dosagens acima do recomendado e com associações perigosas para a saúde. Outro problema sério é a auto-medicação em que o paciente obtém o medicamento sem receita e muitas vezes o utiliza de forma abusiva. Com freqüência, estas fórmulas são obtidas sem avaliação médica adequada e há vários casos em que a medicação é adquirida por telefone, anúncios em rádio/jornal ou até pela internet. E o que é ainda mais preocupante: na grande maioria das vezes os pacientes têm plena consciência do caráter irregular e dos perigos daquele tipo de terapêutica, mas ainda assim se submetem aos tratamentos, seduzidos pela promessa de um emagrecimento rápido e sem esforço.

E quais são os tratamentos que devem ser evitados?

Tratamentos de obesidade à base de diuréticos, laxantes (exceto na presença de outras doenças associadas que requeiram estes medicamentos), "estimulantes da tireóide", placenta, "queimadores de gordura", alcachofra, lipostabil, injeções no tecido adiposo, cremes e adesivos de pele são atualmente contra-indicados não só pela falta de estudos controlados que mostrem sua eficácia, mas também por serem, em muitos casos, potencialmente perigosos para a saúde.

O que deve fazer uma pessoa que quer emagrecer?

Emagrecer e, principalmente, se manter em um peso saudável é muito mais que um tratamento: é um projeto de vida. É preciso que a pessoa esteja incomodada com o seu peso e realmente disposta a modificar hábitos e comportamentos. E para ajudá-la neste projeto tão importante, deve escolher um profissional de sua confiança e que se interesse pelo seu problema e pelos aspectos de sua vida que estejam influenciando no excesso de peso. Somente um tratamento ético e com uma proposta duradoura trará uma recompensa gratificante a todo o empenho que foi dedicado.

Esse é o link da matéria completa, vale a pena ler
http://www.endocrinologia.com.br/html/tratamentomedicamentoso.htm

Espero que dessa vez dê tudo certo, conto com o apoio de todos vcs!!

bjossss

14 comentários:

MINHA LUTA, MEU PESO disse...

não é fraqueza não, eu mesma já tomei e me ajudou muito, parei por causa da depressão que estou tendo, mas eu já usei o sene e hoje uso um composto da linha almeida prado que tem o sene na composição...

Fabiana Dauhs disse...

Se for tratada direitinho com endo, não tem problema tomar remédio não... Mas nunca deixe de ir ao médico...
beijos

C disse...

Ainda bem que gostaste da consulta..
Boa sorte querida :D
beijos

VIVI - VENCENDO CADA DIA!!! disse...

Oie amiga,

Eu já usei muita medicação de forte a fraca...hoje se for pra aconselhar: não use por conta própria, pelo menos os fortes não!! Mais sou adepta dos naturais, como o caralluma, já usei sibutramina.
Mais o bom que vc procurou ajuda médica e terá um profissional te ajudando, e isso é bom!!

beijos e bom fim de semana

Eu Preciso e Vou Emagrecer disse...

oie flor Obrigada a vc tbm um maravilhoso FDS bjs no ♥

Lú Pinheiro disse...

Oi Florzinha...
Sumi né??? Pode bater que eu deixo kkkkkkkkkkkkk
mais estamos em uma guerra aqui no RJ e eu ando totalmente biruta e preocupada...
Fora q estou passando por problemas pessoais...
mais sempre que der venho aqui te ver tá?
te adoro for...
bjs da nega

Jane Pereira disse...

Nossa texto muito interessante! Estarei te segindo para me incentivar! Beijos e sorte!

Gisleide disse...

Oi Gi.... quanto tempo.... fazia tempo que eu nao entrava nos blogs das minhas amigas...
Olha, eu tomei já fentpoporex e anfepramona tbm... O femproporex quase me matou! Jesussss! É uma dor de cabeça que nao passa, um mal estar, uma tristeza, depressão, mal humor... meu deus1 Foi horrivel! Com tanta coisa ruim é obvio que o apetite foi embora tbm... mas desisti da tortura! Entao voltei no medico e foi quando ele receitou o anfepramona... tomei e nao senti nada, segui minha dieta e nada de efeitos horrorosos...

quanto a quitosana, sene etc etc etc.... isso é tudo laxante! acho melhor vc nao tomar nao viu... deixa seu intestino viciado... é horrivel! ponha fé no chá verde... que acelera o metabolismo sem interferir no teu intestino...

espero ter ajudado
Bjs

Gabriella disse...

Oi lindaa, num eh fraqueza não. E sim uma ajuda mútua, se vc toma só os remédio e não faz RA num funciona em nada. E tomar o remédio é uma forma de dar aquele empurrãozinho, tanto que ela te passou só remédio naturais, que se vc parar de tomar não vai te fazer engordar o que emagreceu!
VOLTE SEMPRE LÁ NO MEU BLOG VIIU ;D
adorei a visitia
beijos

Raiane disse...

Oi Flor! É sempre bom ter um acompanhamento de um profissional!!!
já estou te seguindo!
bjos

Ariane Mello disse...

Eu ja tomei polly, muitos e dos piores entao não preocupa o mais importante vc tem o acompanhamento medico... e suas amigas e companheiras

Giza disse...

Olá!

Agora com os medicamento vc vai ter uma ajudinha e assim emagrecer. Boa sorte!
Pedi ao meu endocrinilogista uma recita da caralluma( q é natural)e ele negou, pois disse que eu já havia emagrecido sem medicamentos.

Bjus

Anônimo disse...

OI E ATE AGORA QUANTOS KILOS CONSEGUIU EMAGRECER?

Anônimo disse...

Olá, vc está em sp??
pode me passar o nome e tel do seu endocrino??
meu email eh mahh_aguiar@hotmail.com