Pages

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Um belo dia resolvi mudar...E desisti definitivamente de fazer dieta!

Calma..já explico!

 Isso não quer dizer que fui vencida pela balança e menos ainda que desisti de mim mesma, de forma alguma. Eu desisti de fazer dieta, desisti de me impor restrições absurdas, desisti de #projetoverão #projetofesta #projetoseilaoque (só pode o #projetomedidacerta da Aline, pq esse está dentro do meu padrão kkk) , desisti de me sentir culpada a cada docinho a mais, a cada pulada de cerca da dieta... e sabe qual foi o resultado?? EMAGRECI

Durante muito tempo da minha vida eu me perdi nesse mundo de dietas e cada vez fazia uma mais maluca e sem noção. O peso que perdia em uma semana, recuperava rapidamente na segunda, já que ser humano nenhum consegue viver muito tempo com tantas restrições. Era um ciclo vicioso do mal Dieta - emagrecimento - comemoração da perda de peso - comilança - dieta- emagrecimento.... e a frustração virou uma constante na minha vida. Esse ciclo foi minando minha auto estima, me deixando cada vez mais pra baixo e sem forças pra mudar.

Eu comecei a reparar que minha vida estava girando em torno do meu corpo. Por exemplo, se alguém me convidava para uma festa, ao invés de ficar feliz por poder encontrar as pessoas que eu gosto, eu me desesperava e já pensava qual roupa eu poderia usar pra me esconder, qual dieta eu precisava começar, o que as pessoas iam falar de mim...o que era pra ser um prazer estava virando um martírio. Eu estava vivendo em função do corpo que eu gostaria de ter, e deixava um monte de coisas pra fazer quando "eu estivesse magra" gente, eu tava deixando de viver.

Eu precisei fazer terapia, e com essa preciosa ajuda eu comecei a me enxergar de outra forma. Eu não sou só aparência, eu não tenho que me encaixar em padrão, eu não preciso ser o que a mídia quer que eu seja ( e em relação a mídia falo com propriedade, pois, sendo publicitária sei muito bem que nada é como a gente vê. A maioria daquelas mulheres simplesmente não existem!) e encontrei páginas muito bacanas que abriram ainda mais os meus olhos como a Não Sou Exposição e o Brigadeiro de Alface, por quem me apaixonei. Impossível não se reconhecer nas palavras da Erika. Eu procurei me cercar do que me coloca pra cima, e parei de me inspirar naquelas musas inalcançáveis do Instragram. Eu busco exemplo nas pessoas do meu dia dia, como a minha amiga Tiane Magra Emergente  que emagreceu 86kg, virou corredora e hj é estudante de nutrição. Eu parei de me comparar, e me inspiro nas coisas alcançáveis. Eu acho linda a barriga da Pugliese, mas eu não tenho o tempo, o dinheiro e nem a disciplina que ela tem, então... e na boa? eu não troco comida de verdade por pozinho nenhum!! o meu negocio é  mesmo a reeducação alimentar.



                "Justamente quando a lagarta pensou que o mundo acabou... ela se tornou uma borboleta"

Eu quero viver bem, quero ter saúde, quero usar meu corpo para fazer as coisas que eu gosto e não para "lacrar azinimigas' e despertar o "recalque" alheio. Eu não tô disputando nada com ninguém, eu não quero ser mais gostosa que ninguém...eu quero ser linda and maravilhosa SIM, mas para mim!

Eu aprendi a me amar, e eu desejo do fundo do meu coração que vc aprenda também.

Jesus disse: "Amai ao próximo como a Si mesmo", e se tenho que amar ao outro como eu me amo, esse amor tem que ser enorme, concordam?

Que possamos aprender a nos amar, cada vez mais!

bjoss  e desculpem o post enoooooooorme. Espero que leiam kkkk



Polly



9 comentários:

Tiane disse...

Não resisti e parei a malhação pra te ler! :D
Uma coisa eu te falo: DIETA soa muito restritivo, coisa de pessoa que realmente precisa restringir algum alimento da dieta (hipertensos, diabéticos etc). Faça reeducação alimentar, reaprenda a cada dia e você vai ver que fica tudo mais leve e sem nenhum sofrimento. Conta comigo sempre! <3

Mari Aragão disse...

Exatamente! Quando estou me sentindo gorda, me bate um sentimento de inferioridade sabe?! De como se eu fosse mais fraca , descontrolada tipo a gorda q não consegue parar de comer afffff
Alem de não gostar do que vejo no espelho... se achar feia mesmo, pie estar alguns kgs acima ....
O jeito é tentar se encontrar né.... e se aceitar, só assim as coisas irão fluir naturalmente. Bjs

Negra Belíssima disse...

E quando começamos a nos amar e entender o que o nosso corpo está falando as coisas começam a acontecer.
#projetoseamemais #escuteseucorpo

Simone Pereira disse...

Não devemos nos escravizar para conseguir um "corpo perfeito". Tudo tem um limite.
Excelente seu post! Parabéns!

Gi disse...

Gostei muito do que escreveu e isso aí temos que parar de nos maltratar com tantas dietas malucas que não funcionam por muito tempo. Muita determinação pra gente buscar com calma nossos objetivos um dia de cada vez beijos ótimo dia.

Aline Reis disse...

Tem toda razão Polly! Acredito que para chegarmos a algum lugar é preciso traçar metas, e sem desespero caminhar passo a passo. Estou me reeducando, não tenho listinha do que devo ou não comer, até porque com a correria do dia a dia não tenho tempo para isso. Procuro sempre estudar sobre o assunto, conhecer os alimentos e suas propriedades, e então faço as minhas escolhas, sempre respeitando o tempo de intervalo de uma alimentação e outra. O meu maior desafio realmente é controlar o consumo dos alimentos que não me trazem nenhum benefício, e isso acontece sempre nos finais de semana kkkkk.

Bjo amiga. Você já é uma vencedora.

Missão Bíquini disse...

Adorei linda! Tá super certo seu pensamento, temos que pensar em nós mais do que no que os outros vão pensar ou falar da gente, hoje eu quero emagrecer muito é por mim e pelo meu marido que é lindo e eu jamais quero que ele olhe pra outra pensando que eu poderia ser igual a ela.. mesmo assim ele é um amor e tem me ajudado muito. Eu, aos poucos, to conseguindo, reeducando sempre! Vamos chegar lá :D

missaobiquini.blogspot.com.br

conkamila disse...

Nossa, muito inspirador... sei bem como é isso, mas estou começando minha luta agora… Muito legal seu blog, vou passar a te seguir. da uma passada lno meu depois =)

http://conkamila.wordpress.com/

Erika Elenbaas disse...

Oi Polly, muito bom saber sobre a sua decisão querida. Muito amor e saúde para você!